sábado , 26 Maio 2018
Home / Esportes / 3B goleia o Lusaca (BA) por 5 a 0 e assume a liderança do grupo 15 no Campeonato Brasileiro Feminino A2
Anuncie Aqui!

3B goleia o Lusaca (BA) por 5 a 0 e assume a liderança do grupo 15 no Campeonato Brasileiro Feminino A2

Com pressão em cima da equipe adversária, o 3B iniciou o primeiro período abrindo o placar (Foto: Tácio Melo/Sejel)

Com goleada de 5 a 0, o 3B Sports venceu, em casa, o Lusaca (BA), e assumiu a liderança do grupo 15 no Campeonato Brasileiro Feminino A2 pela terceira rodada da competição, em partida ocorrida na noite de quarta-feira (8), na Arena da Amazônia, no bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus. A partida, que contou com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), foi observada pelo técnico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino, Vadão, pelo auxiliar técnico, Vaguinho, e pelo coordenador de Seleções Femininas, Marco Aurélio Cunha.

Com pressão em cima da equipe adversária, o 3B iniciou o primeiro período abrindo o placar, aos sete minutos, após Letícia Spindler cabecear para dentro do gol em cobrança de escanteio de Maiara. Dez minutos depois foi a vez de Aline chutar de fora e ampliar para a equipe amazonense. Aos 38 minutos, novamente Aline, com categoria, aumenta a vantagem após bela jogada entre Juju, Maiara e Yassane. Fim do primeiro tempo.

No segundo tempo, o 3B não contou conversa, e aos três minutos, Victória Cabral passou para Maiara, que ampliou o placar e a goleada amazonense. Quase ao final da partida, aos 46 minutos, Sissi fez jogada com Luana Spindler e cabeceou livre para o fundo da rede adversária, selando a vitória amazonense por 5 a 0.

De acordo com o técnico do 3B, Sérgio Duarte, o time fez um excelente partida. “O conjunto está de parabéns. A equipe entendeu que alguns erros foram cometidos no jogo passado, mas o importante é buscar superá-los. Temos muito a evoluir e estamos trabalhando por isso, até porque somente assim poderemos alcançar nossos objetivos. Sabemos do potencial das outras equipes e seguiremos com os pés no chão. Com esse resultado ficamos mais tranquilos para dar continuidade à preparação do time, mas sempre com humildade e determinação para aquilo que almejamos”, disse.

O secretário da Sejel, Manoel Almeida, parabenizou a equipe pelo resultado. “O 3B está escrevendo uma bela história. Todo o clube está de parabéns pela conquista e tenho certeza que esse é apenas o começo de muita vitórias que estão por vir. Nosso povo é guerreiro e, em campo, nossas atletas demonstraram exatamente isso. A Sejel e o Governo do Amazonas se orgulham em poder fazer parte disso e estão juntos com o time nessa caminhada em prol do desenvolvimento do futebol feminino no Estado”, afirmou.

Seleção Brasileira

O técnico da Seleção Brasileira Feminina, Oswaldo Alvarez, o “Vadão”, disse que ficou satisfeito com o desempenho do 3B na partida. “Eu não conhecia nenhuma das duas equipes e no primeiro tempo o 3B foi indiscutivelmente superior em todos os quesitos. As jogadas construídas com a bola no chão e os deslocamentos ofensivo foram muito bons, além de um condicionamento físico invejável do time amazonense, fazendo um trabalho de ida e volta com muito mais facilidade que a equipe adversária. Parabéns ao clube e a todos os envolvidos neste trabalho”, disse.

CBF

O coordenador de Seleções Femininas, Marco Aurélio Cunha, falou sobre a possibilidade de Manaus sediar a Copa Libertadores da América de Futebol Feminino. “A Copa Libertadores ainda não tem um local definido, entretanto vários lugares demonstraram interesse em sediar a competição e isso é muito bom. Quem decide o local-sede, sem dúvida é a Conmebol. O Brasil pode organizar as candidaturas e ver exatamente o que cada sede pode oferecer, tendo em vista a quantidade de equipes e o custo que é gerado por elas”, disse.

Apesar das desvantagens, ele otimizou. “Manaus é uma praça excepcional do futebol feminino e tem uma estrutura completa para receber a competição. A meu ver a dificuldade dessa localidade gira em torno da logística e dos preços dos bilhetes aéreos, entretanto se as dificuldades puderem ser superadas, acredito que tranquilamente a cidade poderá sediar a Libertadores da América. Devemos obviamente respeitar todos os que desejam a mesma coisa e aquele que apresentar a maior viabilidade para sediar o evento, será o escolhido pelo departamento de competições da Conmebol”, destacou.

*Com informações da assessoria

Comentários no Facebook

Veja Também

Aos 45 minutos, Iranduba empata com o Ferroviária na Arena da Amazônia

Iranduba empatou em 2 a 2 com a Associação Ferroviária de Esportes (AFE), de São ...

High Risk Merchant Account