quinta-feira , 20 setembro 2018
Home / Política / Cabo Maciel critica desarmamento de policiais militares fora do serviço
Anuncie Aqui!

Cabo Maciel critica desarmamento de policiais militares fora do serviço

O parlamentar pediu a revisão da medida de desarmamento (Foto: Divulgação)

 

O deputado estadual Cabo Maciel (PR) repercutiu a morte do sargento da Polícia Militar, Ayub Carlos França, na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), na manhã desta quinta-feira (28), no Pequeno Expediente e criticou a portaria n° 12, de 9 de janeiro de 2017, do Comando da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), que determina o desarmamento dos policiais militares fora do horário de serviço.

O parlamentar pediu a revisão da medida de desarmamento. “Quero pedir do Comando Geral da PMAM a reavaliação desta portaria vergonhosa que desarmou os policiais militares porque ainda vejo que, apesar dos pesares, quem ainda defende a população é a polícia militar, porque se faltar a polícia por 24h nas ruas, será uma catástrofe. Outra questão também é a burocracia de 6 meses para que o policial possa conseguir uma arma cautelada”, afirmou.

Maciel lembrou que a atividade dos policiais é ininterrupta, independente do horário de serviço. “O policial militar não é policial militar apenas fardado, no horário de serviço. Ele é policial 24h por dia, está no instinto, no sangue. A maioria dos policiais mora nas periferias e frequenta os arraiais, as festas de bairros, onde está cheio de vagabundos vendendo maconha e cocaína, além de outras drogas ilícitas, tendo de reagir muitas vezes para defender a população e acaba entrando para a estatística como mais um PM morto por vagabundo em Manaus”, justificou.

*Com informações da assessoria

Comentários no Facebook

Veja Também

Rosa Weber nega prorrogação de prazo para PT substituir Lula na chapa

  A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Rosa Weber, negou a prorrogação do prazo ...

High Risk Merchant Account