quinta-feira , 24 janeiro 2019
Home / Esportes / Com apenas quatro times, primeira edição da Copa São Paulo é ‘desconhecida’
Anuncie Aqui!

Com apenas quatro times, primeira edição da Copa São Paulo é ‘desconhecida’

A maior vitrine para revelações do nosso futebol foi criada em 1969 (Foto: Divulgação)

 

Quem vê a Copa São Paulo nos dias de hoje, com 128 equipes e exposição maciça na mídia, não faz ideia do que foi o torneio em suas primeiras edições. Há 50 anos, quando tudo começou, era apenas mais um evento em comemoração ao aniversário da cidade. E após relutância dos clubes, acabou reunindo quatro times: Corinthians, Palmeiras, Juventus e Nacional.

“A princípio, a Copa São Paulo foi criada para englobar várias modalidades, o futebol entre elas. Mas tinha handebol, basquete, vôlei. Era para tapar o buraco do calendário, que em janeiro não tinha nenhuma disputa, e comemorar o aniversário da cidade”, explica o fotógrafo Fábio Lazzari Júnior, de 59 anos, filho do jornalista Fábio Lazzari, idealizador do torneio, que faleceu em 2011.

Há quem diga que a ideia inicial era contar com os elencos profissionais das equipes, o que dificultou a tarefa de convencer os clubes a ceder seus atletas. No fim, jogaram os juniores. Lazzari nega. “Como a secretaria era amadora, a ideia sempre foi utilizar gente dessa categoria, para revelar talentos”.

As partidas foram disputadas no Centro Educacional e Esportivo Vicente Feola, na Vila Manchester, zona Leste da capital. O Nacional venceu o Palmeiras por 5 a 1. O Corinthians bateu o Juventus por 4 a 1. No dia seguinte, aniversário de São Paulo, os corintianos fizeram 1 a 0 e ficaram com o título. Há poucos registros a respeito do torneio e até dúvidas sobre as escalações.

“Acho que é o preço que estamos pagando de uma cultura que o brasileiro não tem, que é de conservar a memória. O que meu pai procurou fazer foi escrever um livro (“Copa São Paulo – A Vitrine do Futebol Brasileiro”)”, afirma Lazzari.

A Copa São Paulo só começou a crescer a partir de 1971, quando teve 16 clubes. “A maior dificuldade foi convencer as equipes a participarem. Imagina lá no Rio Grande do Sul falar para o Internacional participar de um campeonato organizado pela secretaria municipal de São Paulo. O que meu pai comentava comigo é que usava uma estratégia: ia no Inter e falava que o Grêmio iria participar. Aí o pessoal do Inter ficava ‘como pode, se o Grêmio vai participar, a gente também vai’. Ele fez isso em vários estados”, conta Lazzari.

Fonte: Estadão Conteúdo

Comentários no Facebook

Veja Também

Lazio vence Novara e avança na Copa da Itália em jogo marcado por cantos racistas

  Em jogo marcado, mais uma vez, por cantos racistas e antissemitas, a Lazio goleou ...

Website Design Company in BangladeshHigh Risk Solutions Merchant Account Services