sexta-feira , 19 outubro 2018
Home / Cidades / Polícia / Funcionário da Sefaz é morto com tiro no olho durante assalto na frente de casa
Anuncie Aqui!

Funcionário da Sefaz é morto com tiro no olho durante assalto na frente de casa

Raimundo Nonato foi morto com um tiro no olho durante assalto (Foto: Mário Souza/DM)

 

Manaus/AM – O funcionário da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) Raimundo Nonato da Cunha, de 68 anos, foi assassinado com um tiro no olho, na manhã de sábado (22), quando saía da casa dele, na Rua Louro Itaúba, no bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte de Manaus. Ele ainda chegou a ser levado para uma unidade básica de saúde. Dois homens foram presos pelo crime.

Ao Diário Manauara, o irmão da vítima, Miguel Geraldo da Cunha, de 54 anos, disse que Raimundo estava saindo de casa para ir à feira no próprio carro, quando foi surpreendido por dois homens que anunciaram o assalto. A dupla estava escondida no quintal da residência depois de cortarem a fiação da cerca elétrica. Durante a criminosa, Raimundo foi atingido com um tiro no olho.

Os assaltantes fugiram do local levando a carteira da vítima com uma quantia em dinheiro. Toda a ação foi gravada por uma câmera de vigilância instalada na residência do servidor público. Raimundo ainda foi socorrido e levado com vida ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Galiléia, no mesmo bairro, mas não resistiu ao ferimento. O corpo seguiu para o Instituto Médico Legal (IML).

“Os criminosos anunciaram o assalto no momento em que o meu irmão abria o portão da garagem. Acredito que eles pediram o celular, mas houve uma reação. Após o crime, os assaltantes fugiram pulando o quintal de um morador vizinho, mas foram presos pela Polícia Militar. Este já era o segundo assalto que o meu irmão sofria. Há dois anos, ele, a esposa e filhos foram mantidos reféns dentro de casa por criminosos que levaram na fuga aparelhos eletrônicos, eletrodomésticos e até o carro da família. É lamentável que o cidadão de bem não tenha segurança ao sair e retornar para casa”, disse.

 

Os suspeitos pelo crime de latrocínio foram presos pela PM (Foto: Divulgação)

 

Após o latrocínio (roubo seguido de morte), Arlielson da Silva, de 21 anos, e João Vitor Coelho Porto, de 18 anos foram presos em flagrante por uma guarnição da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). Com a dupla, os policiais militares apreenderam uma arma de fogo utilizada no crime. Eles foram conduzidos ao 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Na unidade policial, constatou-seque Arlielson já possui passagem pela polícia pelo crime de furto no município de Manicoré (a 390 quilômetros de Manaus). Os dois homens serão apresentados na audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, Zona Sul da capital. Já a vítima deixa cinco filhos, sendo três filhas do primeiro casamento e dois meninos da atual convivência.

Comentários no Facebook

Veja Também

‘Não sei como arma disparou’, declara homem que matou esposa grávida em Manaus

Manaus/AM – “Não queria matá-la. Foi um acidente, não sei como arma disparou”. Foram com ...

High Risk Merchant Account