terça-feira , 13 novembro 2018
Home / Destaque / Polícia prende duas pessoas e recupera dois carros roubados em sítio de narcotraficante
Anuncie Aqui!

Polícia prende duas pessoas e recupera dois carros roubados em sítio de narcotraficante

Júlio Melquiades de Souza e Cintia Araújo da Costa foram presos em um sítio onde funcionava uma oficina para desmanche de veículos (Foto: Mário Souza/DM)

 

Manaus/AM – Duas pessoas foram presas em flagrante e dois veículos recuperados na noite dessa sexta-feira (2), numa oficina usada para desmanche situado no ramal do Brasileirinho, loteamento João Paulo, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. A ação policial ocorreu por volta das 21h, em sítio que pertence a um narcotraficante, atualmente preso em um sistema prisional federal de Catanduvas, no interior do Paraná.

 

O delegado Cícero Túlio, da Derfv, disse que outros sete pessoas integram a quadrilha (Foto: Mário Souza/DM)

 

De acordo com o delegado Cícero Túlio, titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), as investigações em torno do caso iniciaram após a formalização de uma ocorrência de roubo na madrugada de quinta-feira (1º). Quatro homens renderam uma família e, em seguida, amarraram as vítimas por cerca de quatro horas, no conjunto Parque das Mansões, bairro Tarumã, Zona Oeste da capital.

Na fuga, os criminosos levaram dois carros do local, um Fiat Uno/Vivace, cor prata, placa PHA-1040 e outro modelo Corolla, cor marrom, placa PHR-7399, que foi recuperado logo depois do roubo por policiais militares no conjunto Francisca Mendes, bairro Cidade Nova, Zona Norte. Após a prática criminosa, a equipe da Derfv iniciou as investigações.

“Durante as diligências as equipes da Derfv receberam informação que dois carros, sendo um roubado no Tarumã e outro no dia 18 de setembro deste ano, estavam em um sítio de difícil acesso, a aproximadamente dez quilômetros do ramal do Brasileirinho. No local, os investigadores conseguiram localizar a oficina usada para desmonte de automóveis e prender duas pessoas”, disse o delegado Cícero Túlio.

 

Segundo a polícia, Júlio e Cintia fazem parte de um bando especializado em roubos, furtos e adulteração de veículos (Foto: Mário Souza/DM)

 

Na oficina usada para retirar peças dos veículos roubados, foram presos em flagrante Júlio Melquiades de Souza, 35, conhecido no mundo do crime como “Júlio Peruca”, e Cintia Araújo da Costa, 35. Segundo a polícia, o casal é apontado como receptadores e responsáveis pelo desmanche dos carros. O Fiat/Vivace e outro modelo Onix, cor vermelha, placa PHY-6960, foram recuperados pelos policiais civis. Várias peças já haviam sido retiradas dos veículos.

“Júlio e Cintia fazem parte de uma quadrilha especializada em roubos, furtos e adulteração de veículos na capital. Júlio era o responsável por realizar os desmanches dos veículos roubados que eram deixados no local. Já Cintia tinha como função guardar as peças retiradas dos veículos e também por esconder os carros roubados pelo companheiro dela, identificado como Antônio Sales, que está sendo procurado pela polícia. Já identificamos mais sete membros dessa quadrilha vultuosa, que utilizam veículos clonados para prática de assaltos, homicídios e, inclusive, possam ser comercializados para pessoas de boa fé ”, explicou o delegado.

Júlio e Cintia foram apresentados na manhã deste sábado (3), durante coletiva de imprensa no prédio da Derfv, bairro Flores, Zona Centro-Sul da capital. Acima de qualquer suspeita, Júlio defendeu-se ao afirmar que desconhecia a origem dos veículos roubados. Já Cintia preferiu manter o silêncio sobre as acusações da polícia.

“As pessoas deixavam os carros na oficina para consertar. Eu não sabia que eram roubados”, alegou Júlio Melquiades.

Bando

Para a Polícia Civil, nove pessoas integram o bando criminoso, que atua em roubo de veículos, assaltos e homicídios. Conforme levantamento da polícia, o sítio usado pelo grupo pertence ao narcotraficante João Pinto Carioca, o “João Branco”, líder da facção criminosa Família do Norte (FDN), que está cumprindo pena em presídio federal na cidade de Catanduvas, no Paraná. O narcotraficante é apontado pela polícia por envolvimento em diversos crimes, incluindo a participação no homicídio do delegado da Polícia Civil, Oscar Cardoso. “João Branco” foi condenado a 30 anos e dois meses de prisão pelo assassinato do delegado.

Veículos recuperados

 

Os veículos roubados foram recuperados na oficina de desmanche (Foto: Mário Souza/DM)

 

Comentários no Facebook

Veja Também

Homem é morto a facadas no Parque das Nações, na Zona Centro-Sul de Manaus

  Manaus/AM – O pedreiro Afrânio Gomes dos Reis, 50, foi morto com quatro facadas ...

Website Design Company in BangladeshHigh Risk Solutions Merchant Account Services