domingo , 22 Abril 2018
Home / Cidades / Prefeito recebe reconhecimento da ONU por acolhimento a indígenas venezuelanos
Anuncie Aqui!

Prefeito recebe reconhecimento da ONU por acolhimento a indígenas venezuelanos

Prefeito Arthur Neto recebeu o documento da representante da Acnur no Brasil, Isabel Marquez, durante jantar em que também estiveram presentes a primeira-dama e secretários (Fotos: Mário Oliveira/Semcom)

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, recebeu do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) um documento de reconhecimento pelas ações desenvolvidas pela prefeitura, de acolhimento e apoio aos índios venezuelanos de etnia Warao, que chegaram à cidade a partir do ano passado, fugindo da grave crise econômica e social no seu país de origem.

O documento foi entregue pela representante da Acnur no Brasil, Isabel Marquez, durante jantar em que também estiveram presentes a primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária (FMS), Elisabeth Valeiko Ribeiro, e os secretários municipais da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), Elias Emanuel; da Saúde (Semsa), Marcelo Magaldi; da Educação (Semed), Kátia Schweickardt; e de Comunicação (Semcom), Eric Gamboa.

“As ações desenvolvidas pela prefeitura são uma clara demonstração da capacidade e da solidariedade que a administração e a população têm em relação aos venezuelanos”, diz o documento.

Isabel Marquez, representante da Acnur no Brasil, o ato é um reconhecimento pelo esforço da prefeitura em receber, acolher e proteger os refugiados (Foto: Mário Oliveira/Semcom)

Segundo Isabel Marquez, representante da Acnur no Brasil, o ato é um reconhecimento pelo esforço da prefeitura em receber, acolher e proteger os refugiados e que vem sendo acompanhado de perto pelo órgão internacional. “Nós temos trabalhado muito junto com a prefeitura e outros parceiros para poder ajudar realmente essa população”, avaliou.

O prefeito disse sentir-se gratificado pelo reconhecimento da Acnur e o recebeu em nome da população de Manaus. “Eu recebo essa homenagem em nome do povo de Manaus com uma honra enorme. Significa que o trabalho feito aqui virou referência. Inclusive já temos muitos servidores nossos dando suporte em Roraima para ajudar nessa situação”, afirmou o Arthur Neto. O prefeito ressaltou, ainda, que Manaus está pronta a continuar com o trabalho referenciado e ampliar algumas ações.

Segundo com o secretário Elias Emanuel, da Semmasdh, a Prefeitura de Manaus trabalha em parceria com outros órgãos estaduais e federais, além de instituições não-governamentais, mas não deixa de assumir o protagonismo no acolhimento e atendimento das populações indígenas venezuelanas aqui refugiadas. “O nosso grande desafio este ano será atender a população não-indígena”, avisou Emanuel.

Na área de saúde, um dos pontos fortes do programa de acolhimento aos venezuelanos foram os atendimentos realizados pelo “Consultório de Rua”. E haverá, ainda, novidades nessa assistência e realização de exames e medidas de prevenção. “Agora, os indígenas abrigados também terão acesso à rede básica de saúde, por meio das UBSs”, informou o secretário da Semsa, Marcelo Magaldi.

Já na educação, a prefeitura iniciou o diagnóstico da situação das crianças indígenas que estão nos abrigos e a identificação de professores Warao, para que essas crianças possam ter acesso à educação. “É um trabalho difícil e complexo, mas vamos construir um processo pedagógico para essas crianças, em conjunto com a comunidade e respeitando suas raízes e cultura”, disse a secretária da Semed, Kátia Schweickardt.

Com informações da assessoria

Comentários no Facebook

Veja Também

PMs da 20ª Cicom realiza visita comunitária em instituição de ensino na Zona Oeste de Manaus

Na tarde de terça-feira (10), a Polícia Militar do Amazonas, através da 20ª Companhia Interativa ...

High Risk Merchant Account