terça-feira , 13 novembro 2018
Home / Amazônia / Amazonas / “Soldados da Amazônia” em missão nas faixas de fronteira da Amazônia Ocidental
Anuncie Aqui!

“Soldados da Amazônia” em missão nas faixas de fronteira da Amazônia Ocidental

A atividade de combate aos ilícitos transfronteiriços está diretamente alinhada ao adestramento constante (Foto: Assessoria/Divulgação)

 

Manaus/AM – O Comando Militar da Amazônia (CMA) possui efetivo de quase 20 mil soldados que atuam nos estados do Amazonas, Roraima, Rondônia e Acre, e tem como missão principal manter a soberania nacional nas faixas de fronteira da Amazônia Ocidental.

O CMA conta com Organizações Militares (OM) diretamente subordinadas e também pode operar em conjunto com a Marinha do Brasil, por meio do Comando do 9º Distrito Naval, e com a Força Aérea Brasileira, por intermédio da ALA 8, ambos sediados em Manaus/AM. Com esses meios, o CMA projeta o poder militar em toda a área e sustenta o apoio logístico a grandes distâncias.

Combatente de curso de Guerra na Selva (Foto: Assessoria/Divulgação)

 

A atividade de combate aos ilícitos transfronteiriços está diretamente alinhada ao adestramento constante. Na Amazônia, o destaque é o Curso de Operações na Selva (COS) que é uma Especialização voltada para os militares que servem na região. Considerado um dos cursos mais difíceis do Exército Brasileiro, o Guerra na Selva, como ficou conhecido, é realizado pelo Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), reconhecido internacionalmente.

Além dos cursos operacionais, o adestramento da tropa é constante. São realizadas instruções em ambiente operacional para enfrentar situações reais com a utilização de técnicas de rapel, transposição de obstáculos, patrulha, técnicas de sobrevivência, primeiros socorros, transporte de feridos, entre outros.

A tecnologia para o mapeamento da região Amazônica é uma das ferramentas que permite a atuação da tropa neste difícil ambiente operacional. O 4º Centro de Geoinformação (4°CGEO), por exemplo, iniciou recentemente o uso de Cartas Topográficas em papel tecido, com o intuito de verificar a resistência e desgaste do material em condições adversas e ambientar os militares em missões fluviais, demonstrando que o papel tecido é totalmente à prova d’água e mantém sua impressão perfeitamente intacta, além de possuir excelente resistência a deterioração a fungos, bem como a sujeiras e manchas.

 

O CMA está organizado com quatro brigadas de infantaria de selva (Foto: Assessoria/Divulgação)

 

A estrutura do Comando Militar da Amazônia para a manutenção da soberania nacional conta com a coordenação do seu Estado-Maior, com a 12ª Região Militar (12ª RM) como grande Comando Logístico na Amazônia, com o 2° Grupamento de Engenharia (2º Gpte), responsável por todas as obras de infraestrutura na região, com o Centro de Coordenação de Operações (CCOp) que assessora o Comando Militar da Amazônia no emprego do seu Braço Forte, que são as quatro Brigadas de Infantaria de Selva da Amazônia Ocidental (1ª Bda Inf Sl, 2ª Bda Inf Sl, 16º Bda Inf Sl, 17°Bda Inf Sl).

Assim, o Comando Militar da Amazônia se mantem em condições de ser empregado em sua área de responsabilidade, em situação emergencial e temporária, depois de esgotados os instrumentos destinados à preservação da ordem pública e da segurança das pessoas e do patrimônio.

 

*Com informações da assessoria

Comentários no Facebook

Veja Também

FEIRA DA FAS

Feira da FAS ocorre neste domingo com entrada gratuita

A quinta edição da Feira da FAS ocorre neste domingo (30), a partir das 9h, ...

Website Design Company in BangladeshHigh Risk Solutions Merchant Account Services