quinta-feira , 25 abril 2019
Home / Política / Bolsonaro tem alta da Unidade Semi-Intensiva
Anuncie Aqui!

Bolsonaro tem alta da Unidade Semi-Intensiva

Presidente é transferido para apartamento do Hospital Albert Einstein

O governador de São Paulo, João Doria, visitou o presidente na tarde desta segunda-feira (11), no Hospital Albert Einstein (Foto: Reprodução Twitter/João Doria)

São Paulo/SP – O presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu alta na manhã de hoje (11) da Unidade de Terapia Semi-intensiva, após melhora do quadro clínico, e está internado em apartamento no Hospital Israelita Albert Einstein, informou boletim médico divulgado há pouco.

O presidente não tem dor, nem febre e segue com melhora do quadro pulmonar. Na última semana, ele havia sido diagnosticado com pneumonia. Foi suspensa a nutrição parenteral (endovenosa) e introduzida dieta sólida leve e mantido o suplemento nutricional.

Presidente Jair Bolsonaro divulga foto em que aparece se barbeando (Foto: Jair Bolsonaro/Redes Sociais)

Estão sendo mantidas também as medidas de prevenção de trombose venosa, realizados exercícios respiratórios, de fortalecimento muscular e períodos de caminhada fora do quarto.

Por ordem médica, as visitas permanecem restritas. O governador de São Paulo, João Doria, visitou o presidente na tarde desta segunda-feira e disse que ele deve ter alta ainda esta semana. De acordo com o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, no entanto, não há ainda previsão de alta para Jair Bolsonaro. “A alta do presidente dar-se-á quando ele esteja em condições de sair do hospital, usando uma metáfora, pela porta frente”, disse o porta-voz.

Além do governador de São Paulo, se reuniram com o presidente, no hospital, os ministros da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, da Defesa, Fernando Azevendo e Silva, e o chefe do Gabinente de Segurança Institucional, Augusto Heleno. Nos encontros, Bolsonaro tratou de assuntos do governo. O secretário de segurança pública de São Paulo, João Campos, também fez uma visita de cortesia ao presidente.

Jair Bolsonaro também autorizou, nesta segunda, o afastamento do país do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que participará, de 12 a 15 de fevereiro, em Washington (EUA), da primeira conferência humanitária do governo interino da Venezuela, informou o porta-voz.

Matéria atualizada às 18h12 para acréscimo de informação

*Colaborou Pedro Rafael Vilela

Por Camila Boehm – Repórter da Agência Brasil

Comentários no Facebook

Veja Também

Ministro da Cidadania confirma 13º salário do Bolsa Família

Uma parte dos recursos virá do Orçamento Geral da União. ministro da Cidadania, Osmar Terra ...

Website Design Company in BangladeshHigh Risk Solutions Merchant Account Services