quarta-feira , 20 março 2019
Home / Cidades / FVS reforça atenção ao paciente suspeito de síndrome respiratória aguda grave
Anuncie Aqui!

FVS reforça atenção ao paciente suspeito de síndrome respiratória aguda grave

Até o momento, foram notificados 475 casos da síndrome gripal grave no estado.

Os profissionais têm a missão de identificar ainda na recepção os casos suspeitos, realizar a notificação imediata no sistema de informação (Foto: Lucas Pereira/Diário Manauara)

Manaus/AM – A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) está reforçando as ações de vigilância da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) nas unidades da capital. A partir desta terça-feira (12), técnicos da fundação estarão atuando em alguns Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) e Unidade de Pronto Atendimento (UPA) junto com as equipes locais no trabalho de notificação e classificação da doença.

“Esses profissionais têm a missão de identificar ainda na recepção os casos suspeitos, realizar a notificação imediata no sistema de informação, dispensação de medicação para os pacientes que atendem a clínica da doença, entre outras atividades”, disse a diretora-presidente da FVS, Rosemary Costa Pinto.

Nesta segunda-feira (11), a FVs também iniciou, por meio de videoconferência, no Centro de Mídias da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), a atualização e alinhamento das ações de prevenção e vigilância junto às secretarias de saúde do interior.

“É preciso entender e seguir os protocolos preconizados pelo Ministério da Saúde para pacientes suspeitos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Esse momento foi uma oportunidade de explanar sobre a atualização da situação epidemiológica vivenciada no Estado e esclarecer as dúvidas dos profissionais de saúde que trabalham na linha de frente para contenção do surto”, reforçou.

Atualização de Dados

Conforme a edição nº 07 do Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Estado do Amazonas, divulgado nesta segunda-feira (11), até o momento, foram notificados 475 casos da síndrome gripal grave no estado, destes, 91 são positivos para o Vírus da Influenza A (H1N1) e 55 para Vírus Sincicial Respiratório (SRV).

Em relação aos óbitos, o boletim informa que são 24 por H1N1 – 20 em Manaus, dois em Manacapuru, um em Parintins e um em Itacoatiara. Outros cinco óbitos foram confirmados por Vírus Sincicial Respiratório, sendo quatro de Manaus e um de Borba. Também foi confirmado um óbito em Manaus por Parainfluenza tipo 3.

Dos 30 óbitos registrados por SRAG, 80% apresentavam fator de risco, com destaque para pessoas com diabetes, pneumopatas, pessoas com obesidade e neuropatas. E 21 pacientes que evoluíram para óbito utilizaram em algum momento do atendimento o antiviral oferecido gratuitamente na rede pública e particular da capital e do interior.

Medidas de Prevenção

Recomenda-se a lavagem frequente das mãos antes de tocar em mucosas (olhos, boca e nariz) e após espirrar, o uso de lenços de papel (descartável) para proteger boca e nariz ao espirrar; uso de álcool gel; indivíduos doentes devem manter repouso, alimentação balanceada e ingestão de líquidos adequada, evitando contato com outras pessoas em ambientes fechados e aglomerados; evitar a exposição de menores de cinco anos ao clima chuvoso; manter ambientes bem ventilados; caso o indivíduo apresente febre, tosse, dor de garganta, falta de ar ou qualquer outro sintoma associado, deve procurar o serviço de saúde para melhor avaliação.

*Com informações da assessoria

Comentários no Facebook

Veja Também

Jovem pula de flutuante e morre afogado em rio, na Zona Leste de Manaus

Aleson da Silva Vieira ingeria bebidas alcoólicas com amigos antes de sumir nas águas Aleson ...

Website Design Company in BangladeshHigh Risk Solutions Merchant Account Services