sábado , 23 março 2019
Home / Cidades / Governo apresenta proposta de ação integrada para refugiados em Manaus
Anuncie Aqui!

Governo apresenta proposta de ação integrada para refugiados em Manaus

A iniciativa vai oferecer abrigo para indígenas e não-indígenas venezuelanos (Foto: Karla Mendes)

 

Manaus/AM – Foi dado nessa sexta-feira (11), o primeiro passo para o resgate da cidadania de indígenas e não-indígenas venezuelanos refugiados em Manaus. A iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), reuniu representantes de órgãos parceiros, como Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) e Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), para apresentar propostas para uma ação integrada. O encontro aconteceu na sede da Sejusc.

Segundo o titular da Secretaria Adjunta de Direitos (Secadj), que faz parte do quadro da Sejusc, João Batista, durante a reunião, os órgãos firmaram compromissos a fim de contribuir para um tratamento internacional adequado para os refugiados. Ele adiantou que a ação integrada tem como meta oferecer um novo abrigo em 30 dias para os indígenas que atualmente estão no entorno do terminal rodoviário de Manaus e em espaços que não têm condições ideais.

“Os índios e não-índios precisam do nosso apoio e já conseguimos avanços. Temos o imóvel cedido pela Seduc, onde vamos construir o abrigo para efetivamente receber os indígenas com o tratamento internacional que eles merecem e respeito à dignidade da pessoa humana, que é um dos princípios-base da democracia brasileira”, afirmou o secretário. “A Sejusc está capitaneando o processo, contando também com os companheiros da Seas, Semasc e Acnur”.

O titular da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Dante Souza, considerou o encontro um avanço do diálogo entre diferentes secretarias estaduais e órgãos municipais. “Depois dessa reunião, vamos começar a dar passos interessantes e importantes para que nós possamos atender melhor os indígenas venezuelanos em situação de vulnerabilidade”, disse Souza. “Hoje, nós temos pessoas nas proximidades da rodoviária, crianças na chuva, e eu acredito que iremos progredir em relação à situação em que eles vivem. Esse progresso acontecerá em breve”.

O plano de ação de cada secretaria será apresentado nos próximos dias, após a realização de uma visita técnica nos espaços que abrigam os refugiados.

*Com informações da assessoria

Comentários no Facebook

Veja Também

Homem com deficiência auditiva morre atropelado na Zona Leste de Manaus

Vítima de 34 anos havia saído de casa para comprar cervejas quando foi atingida por ...

Website Design Company in BangladeshHigh Risk Solutions Merchant Account Services