terça-feira , 19 março 2019
Home / Cidades / Polícia / Homem mata esposa com dez facadas após discussão por sumiço de chave, em Manaus
Anuncie Aqui!

Homem mata esposa com dez facadas após discussão por sumiço de chave, em Manaus

A jovem assassinada era natural de Imperatriz, no Maranhão. Ela deixou uma filha de um ano e quatro meses

Stefane Rocha Chaves, 19, morta nesta terça-feira (5), foi atingida com des facadas pelo companheiro dentro de casa após uma discussão entre eles (Foto: Reprodução/Facebook)

Manaus/AM – Um crime brutal e banal chocou os moradores da Rua Jasmin da Noite, na comunidade Nova Vitória, no bairro Gilberto Mestrinho, Zona Leste de Manaus, na tarde desta terça-feira (5). A maranhense Stefane Rocha Chaves, 19, foi assassinada a golpes de faca pelo próprio companheiro dele, identificado pela polícia como Jefferson da Silva Pinto, 25, que está foragido.

Segundo informações da polícia, o crime ocorreu por volta das 14h, após uma discussão o casal. Jefferson havia passado desde as primeiras horas do dia ingerindo bebidas alcoólicas na casa de uma irmã, que fica em frente a uma estância de quitinetes.

Jefferson da Silva Pinto, 25, fugiu depois de matar a esposa durante discussão (Foto: Reprodução/Facebook)

À polícia, os vizinhos relataram à reportagem do Diário Manauara que Jefferson ao retornar para casa com sinais de embriaguez começou a questionar Stefane o sumiço de uma chave da quitinete. Na ocasião. A jovem negou que não sabia e impediu que o companheiro dormisse no imóvel.

A vítima foi atingida com facadas nas costas, ombro e tórax (Foto: Diário Manauara)

Após dormir do lado de fora, Jefferson entrou enfurecido na quitinete e passou agredir a esposa fisicamente. Durante a briga, Stefane comentou que iria sair de casa. Irritado, Jefferson armou-se de uma faca e desferiu várias vezes contra a jovem dentro do quarto.

“Ela ainda gritou pedindo ajuda e implorou que Jefferson não a matasse. Depois do crime, ele pulou o muro do imóvel e fugiu. O corpo da jovem foi encontrado pela irmã do autor do crime”, disse uma moradora que preferiu não se identificar.

Uma equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) esteve no local realizando os primeiros levantamentos investigativos. A faca usada no assassinato foi recuperada na cena do crime. Já a chave que Jefferson questionava estava na casa da irmã após esquecer embriagado.

Conforme informações da perícia criminal do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), a vítima foi morta com dez facadas. A maioria dos golpes de faca atingiram costas, tórax e ombro da vítima.

Imperatriz (MA)

De acordo com a polícia, Stefane era natural da cidade de Imperatriz, no Estado do Maranhão, e não tinha familiares em Manaus. A vítima deixou uma filha de um ano e quatro meses do relacionamento com Jefferson, que mantinha como hábito declarações de amor nas redes sociais para então companheira.

O corpo da jovem foi removido ao Instituto Médico Legal (IML), no bairro Cidade Nova, na Zona Norte. A equipe da DEHS vai investigar o crime de feminicídio.
Qualquer informação sobre o paradeiro de Jefferson pode ser feita ao disque-denúncia (92) 9 9229-6208 ou pelo número (92) 3636-2874 da DEHS. A identidade do informante será mantida em sigilo.

Outro crime de feminicídio

Solange Santos de Menezes, 43, foi encontrada enterrada em uma área de mata (Foto: Reprodução/Facebook)

Esta é a segunda morte de mulheres registrado no mesmo dia pela polícia. Na manhã de terça-feira (5), a costureira Solange Santos de Menezes, 43, foi encontrada enterrada em uma área de mata, próximo da casa onde morava na Rua Alecrinzeiro (antiga rua B), comunidade Campos Sales, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

Corpo de Solange estava enterrado em uma cova rasa (Foto: Mário Souza/Diário Manauara)

Sem dar notícias desde segunda-feira (4), os familiares e amigos resolveram fazer buscas pela costureira. Por volta das 9h, seguindo rastros pela mata o corpo de Solange foi encontrado em uma cova rasa, de profundidade aproximada de um metro. Outra cova já havia sido aberta a uma distância de 45 metros.

No local, um óculo de grau aparentemente ser do marido da vítima e uma bolsa com roupas da costureira foram encontrados e devem auxiliar no andamento das investigações.

Marido suspeito

Manoel Francisco de Menezes Filho, 51, foi preso e depois liberado por falta de provas (Foto: Divulgação)

O principal suspeito de feminicídio é Manoel Francisco de Menezes Filho, 51. Durante as buscas pelo corpo de Solange, ele chegou a ser preso por uma investigadora da Polícia Civil na tarde de segunda-feira (4), no Terminal de Integração 1 (T1), na Avenida Constantino Nery, bairro Presidente Vargas, Zona Sul.

Questionado, Manoel Francisco foi encaminhado para a DEHS, na Zona Leste da capital. Em depoimento, com a presença de um advogado, ele negou qualquer participação no sumiço da esposa. Por falta de provas, Manoel Francisco, que luta contra câncer na próstata foi liberado e agora segue sendo procurado pela autoria de assassinato.

Outro suspeito

Márcio Araújo Siqueira, 34, foi preso pela PM e negou participação no crime (Foto: Mário Souza/Diário Manauara)

Após ser visto por moradores na companhia de Manoel Francisco, o caseiro Márcio Araújo Siqueira, 34, foi preso em um sítio do bairro no início da manhã por policiais militares da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

De acordo com o sargento Ailton Campos, da 20ª Cicom, Márcio negou o envolvimento no crime, mas afirmou que sabia que Manoel Francisco planejava matar a esposa porque desconfiava de traição. Outros dois homens também são procurados pela participação no assassinato.

O corpo da costureira foi removido por volta das 11h da mata e entregue ao IML. DEHS trata o crime como feminicídio.

Comentários no Facebook

Veja Também

Homem morre em hospital após ser baleado enquanto bebia com amigos na Zona Sul de Manaus

Anderson Rodrigo estava na esquina da Rua Albérico Antunes, no bairro São Francisco, quando o ...

Website Design Company in BangladeshHigh Risk Solutions Merchant Account Services